AVISO

A nova política de uso do Google me fodeu legal, agradeçam a ele quando virem o que aconteceu com os posts antigos.

Abrindo o coração

Estou numa situação que se extende há pouco mais de 1 ano.

Quando me formei no curso técnico em radiologia achava que iria arranjar emprego com facilidade. Ledo engano. Acho que foi por causa da minha família, que me fez entender que seria mais fácil me empregar nessa área, já saturada de profissionais medíocres, que aceitei o rojão.

Se meu desgosto por estudar não fosse tão grande com toda a certeza não estaria aqui. Minha vida toda vi pessoas se matando de estudar ou trabalhar para conseguir uma renda fixa, e mínima, no final do mês. Renda esta que era usada para combater o estresse acumulado após tanto esforço. Ou não.

Algumas pessoas gostam de trabalhar. Outras de estudar. Eu gosto de me divertir.

Mesmo sem trabalho ou renda tento fazer com que minha vida seja melhor. Sei que sou chamado de vagabundo peças costas, mas sou feliz.

Estive num grupo de D&D, que conheci em julho de 2008. Eram pessoas estranhas e hostis comigo, e em 1 mês já estava em outro grupo, com relações mais próximas de amizade. Não duraram muito.
Em novembro de 2008 conheci o RPG Maker. Achei incrivel a ideia de poder fazer meus próprios jogos. Era uma coisa que estava precisando a muito tempo, já que desde pequeno brincava de estar jogando. Coisa de criança que aprendeu a jogar cedo.

Não tenho amigos. Pelo menos não considero ninguém como amigo. Minha visão de amigo é mais romantizada: aquela pessoa que sempre te apoia e te ajuda em qualquer hora. Mesmo assim penso que sou sortudo em ter conhecido tantas pessoas diferentes por essa minha vida.

Tenho aqui uma pequena lista de coisas que ainda devo fazer:
-Terminar um jogo no RPG Maker
-Terminar meu cenário, que vai aparecer no próximo episodio
-Voltar a jogar RPG de mesa
-Conhecer pessoas novas
-Continuar com o blog e o podcast, talvez até fazer dinheiro com isso
-Ficar longe dos dois grupos de D&D que estive
-Comprar um PS4, um DSi e um PSP

Nossa, insônia te faz pensar em coisas doidas...

4 comentários:

  1. Complicado, companheiro. A sociedade está cheia de lei e status a serem seguidos, e quem não segue, está fora da civilização, infelizmente. Boa sorte em seus objetivos.

    ResponderExcluir
  2. Bem vindo ao mundo real. E pratique a política da boa vizinhança, é necessária para a paz pessoal e para o dia a dia.

    Gilson

    ResponderExcluir
  3. Sim sim, estou me adaptando ao mundo cruel em que vivemos, mas nunca perderei as esperanças de uma amizade verdadeira.

    ResponderExcluir
  4. Cara, eu também recém me formei e tô nessa merda, mas não dá pra se estressar e mandar todo mundo a merda... Como disse o Gilson, tenta praticar a política da boa visinhança e arruma um emprego qualquer, pelo menos pra tu levantar uma grana para comprar umas miniaturas. Heheheh
    Quando terminar teu jogo avisa ae!
    Também não tenho grupo de mesa, também não tenho emprego, também tenho uma família me pressionando, mas eu tenho um BLOG que eu mantenho enquanto não arrumo um emprego e me divirto pra caralho desenhando e escrevendo lá. O Desenhos e rabiscos tem sido a minha diversão! Tenta fazer o mesmo e te diverte aí criando o teu jogo...
    Ah! E amigos pra contar pra tudo quase ninguém tem... Bom mesmo é amigo por afinidade, com quem tu pode trocar idéia sem se estressar. E a internet é o melhor lugar para fazer essas amizades. Valeu por seguir meu BLOG, até mais!

    ResponderExcluir

Post urls = spam.