AVISO

A nova política de uso do Google me fodeu legal, agradeçam a ele quando virem o que aconteceu com os posts antigos.

Omoshiroi...

Parece interessante...

Retrospectiva conta a história do Metroid


dori_met_19.08.10 Nota do Atmo:
Caralho. Foi a única coisa que consegui dizer depois de ver esse vídeo.
Agora sim eu quero um Wii!!!
Se for o que eu acho, Samus se vê como uma mãe sem filho, e essa dor a fez seguir o sinal lá.
Mermão, tô muito doido...


O vídeo abaixo está com ótima resolução, mas apenas em inglês. Caso queira uma ajudinha em português para entender melhor o que a caçadora de recompensas mais famosa do mundo dos games está falando, clique aqui e veja a retrospectiva legendada, mas com uma qualidade de imagem bem inferior.



[via GamrFeed]

Revolta? Irritação!

Bem, estive tentando conseguir ajuda de alguns makers brasileiros, e quando dizia que trabalho com conteúdo adulto todos fugiam.

Eu não sei porque esse preconceito existe, mas aviso logo que CONTINUAREI a trabalhar com Hentai e com o que eu quiser. 
Por esse motivo, o jogo Devil Hunters será indicado para pessoas maiores de 20 anos. Sexo, sangue e bizarrices existirão aos montes.

Se você não gosta de Hentai, jogos adultos ou mesmo de minha pessoa, dane-se. Não quero saber de sua opinião.

Mais cosplays sexys

Que malzz

É pessoal, parece que o Hentai aqui do blog tá mal das pernas...

Eu percebi que os links estavam quebrados, então vou deixar de postar ALGUNS títulos aqui.
O que vou fazer é simplismente tirar os links, deixando apenas a imagem e descrição.

Se eu achar algo que mereça aparecer eu posto.

Ja ne.

Próximos episódios


WTF???
HAHAHAHAHAHAHAHHAHAHA


É com essa imagem sem noção que posto que vou postar (Nintendo style?) sobre Ayakashi, Ichiban Ushirou no Daimaou e 11eyes, 3 animes com graduações diferentes e Neon Genesis Evangelion RE-TAKE, um doujinshi MUITO FODA sobre... depois eu conto ^^

Merda – A mais rica palavra portuguesa

Merda – A mais rica palavra portuguesa: "
Você sabia que a palavra mais rica da língua portuguesa é a palavra “MERDA” ?
Esta versátil palavra pode mesmo ser considerada um coringa da língua portuguesa.
Vejam os exemplos a seguir:
1. Como indicação geográfica 1:
Onde fica essa MERDA?
2. Como indicação geográfica 2:
Vá a MERDA!
3. Como indicação geográfica 3:
17:00h – vou embora dessa MERDA.
4. Como substantivo qualificativo:
Você é um MERDA!
5. Como auxiliar quantitativo:
Trabalho pra caramba e não ganho MERDA nenhuma!
6. Como indicador de especialização profissional:
Ele só faz MERDA.
7. Como indicativo de MBA:
Ele faz muita MERDA.
8. Como sinônimo de covarde:
Seu MERDA!
9. Como questionamento dirigido:
Fez MERDA, né?
10) Como indicador visual:
Não se enxerga MERDA nenhuma!
11. Como elemento de indicação do caminho a ser percorrido:
Por que você não vai a MERDA?
12. Como especulação de conhecimento e surpresa:
Que MERDA é essa?
13. Como constatação da situação financeira de um indivíduo:
Ele está na MERDA….
14. Como indicador de ressentimento natalino:
Não ganhei MERDA nenhuma de presente!
15. Como indicador de admiração:
Puta MERDA!
16. Como indicador de rejeição:
Puta MERDA!
17. Como indicador de espécie:
O que esse MERDA pensa que é?
18. Como indicador de continuidade:
Tô na mesma MERDA de sempre.
19. Como indicador de desordem:
Tá tudo uma MERDA!
20. Como constatação científica dos resultados da alquimia:
Tudo o que ele toca vira MERDA!
21. Como resultado aplicativo:
Deu MERDA.
22. Como indicador de performance esportiva:
O PALMEIRAS não está jogando MERDA nenhuma!
Agora que você já aprendeu sobre a palavra… estufe o peito e diga em caixa alta: QUE MERDA DE POST!!
"

THE END

THE END: "
Contos-de-Fadas-fim

E eu achando que esse último final era do Nemo

Enviado pela internacional Janiffer Gross.
"

[OST] Legend of Mana


Imagem

Imagem





'Legend of Mana OST'

Original Sound Track 2CDS


Para quem é fã mesmo da série Legend of Mana (SQUARE) não pode deixar de baixar esse pack contendo a trilha sonora original do game. Simplesmente o conteúdo é de arrebentar.



Imagem


Legend of Mana OST (RAR - 55 Faixas MP3 - MEGAUPLOAD PARTE 1 - CD 1 - 78MB)

Imagem


Legend of Mana OST (RAR - 55 Faixas MP3 - MEGAUPLOAD PARTE 2 - CD 2 - 72MB)

Enquanto isso…

Enquanto isso…: "

RUSSIA1 Enquanto isso...




putin 90 Enquanto isso...

Vladímir Vladímirovitch Putin:

. . . . . .

"

Remelexo

Remelexo

Programa: RMVX
Versão: 1.0
Estilo: Dança
Criador: Atmo

Descrição
Na vila de Dalketh II mora Tirina, uma Bastet que possui um sonho: se tornar uma Dancarina.
Mas ela sabe que seu caminho é dificil. Então, que tal ajuda-la?

Screenshots

Download
http://www.4shared.com/file/-TVDE1ss/Remelexo.html


Observações
- Esse jogo foi feito em menos de 1 hora, então erros e/ou bugs podem aparecer (espero que não).
- O uso do RGSS Extractor esta PROIBIDO. Todavia, se os downloads passarem da marca de 50, eu posto a versão desencriptada.

Gurps

Gurps: "
' Se você sempre quis jogar com um coveiro e ninguém nunca te levava a serio este motivacional é pra você... '
"

Microlite20 Mecha

O que será que estou tramando?

Pare de Reclamar e vá jogar RPG

Pare de Reclamar e vá jogar RPG: "


Sério, esse cara tá certo.
Muita gente fica irritada com o modo dos outros de fazer as coisas. Mas não tem como mudar isso.
O dia em que todos os RPGistas se unirem numa única voz nunca virá.
É da natureza humana contestar, mentir e destruir (parece com Lost...).

Parasite Eve 1 e 2 aparecerão na PSN

Parasite Eve 1 e 2 aparecerão na PSN: "
dori_par_06.08.10

Para quem gosta de RPGs e achou a época do primeiro playstation uma das melhores para o gênero, a Square Enix tem feito um excelente trabalho na PSN ao relançar vários de seus antigos títulos através da rede online da Sony. Como muitos daqueles títulos custam pequenas fortunas hoje em dia, uma ótima opção é adquirí-los digitalmente e a empresa parece estar fazendo o possível para manter os jogadores ocupados (e com os bolsos vazios).

Prestes a lançar o terceiro jogo da franquia, o produtor criativo Tetsuya Nomura publicou em sua conta no Twitter que é apenas uma questão de tempo até que o Parasite Eve e Parasite Eve 2 comecem a ser vendidos na PSN, o que será muito bom para quem não conhece o ótimo primeiro game e o mediano segundo, onde acompanhamos a bela policial Aya Brea, mas vale lembrar que The 3rd Birthdaynão é uma sequência desses dois jogos, funcionando mais como um recomeço para a franquia que esteve desaparecido por tantos anos.

O grande problema é que esse lançamento a que Nomura se refere diz respeito a versão japonesa e até hoje grande títulos da Square não chegaram a rede norte-americana, como é o caso do Xenogears, do Vagrant Story e do Legend of Mana, mas como os Parasite Eve possuem um forte apelo ao público ocidental, acho que ele não deixará de ser lançado por aqui.

[via Andriasang]

Nota do Atmo: ÓTIMA notícia! O porém é que eu já zerei o primeiro e quase terminei o segundo quando tive um PSX.

Sobre PEs e Moedas

Nota do Atmo: Eu vou modificar esse post pra deixar a minha ideia de como seria na minha mesa. Claro, SE eu tivesse uma mesa.

Sobre PEs e Moedas: "


Uma coisa que já deu muita discussão na versão mais recente do Defensores de Tóquio é a relação que existe entre Pontos de Experiência e dinheiro. Na verdade a regra em si não chega a ser nova, ela já existia na versão Turbo (não tenho mais os livros para verificar se já existia antes disso). A regra é bem simples: você pode trocar seus PEs por Moedas (o dinheiro padrão de 3D&T, que equivale às peças de cobre ou ao Real [R$]). A regra atual é de que cada PE vale 100 Moedas.

Bom, isso não é problema. O que complicou um pouco a cabeça dos jogadores é que na versão Alpha muitas coisas passaram a ser adquiridas com PEs – como os itens mágicos, descritos a partir da página 177 do Manual 3D&T Alpha. E aí o pessoal começou a se perguntar por que deveria investir PEs em coisas assim ao invés de investir na evolução do personagem?

Particularmente eu acho que usar PEs para medir o custo de itens mágicos e outros materiais (como as armadilhas, segundo regras que postei anteriormente) é uma boa medida. Mas vejam bem o que eu escrevi: “usar PEs para medir o custo”. Isso não significa que o item “deve” ser adquirido com PEs. É apenas uma medida de comparação. Então um item mágico que custe 2 PEs pode ser comprado por 200 Moedas. Não há nada de errado nisso.

Para tentar elucidar um pouco essa questão vou trazer algumas opções sobre como lidar com PEs e Moedas. O Mestre pode usar qualquer uma delas, ou até mesmo pegar partes e idéias de cada uma e fazer o que acha melhor.

PEs são tudo!

Uma forma de resolver a questão é dizer que tudo é medido pelos PEs. E quanto eu digo tudo, quer dizer experiência, itens mágicos, dinheiro, etc. Dessa maneira os itens mágicos poderão ser adquiridos apenas através de PEs. Afinal, vale lembrar que PEs são “coisinhas que peguei por aí” (Manual 3D&T Alpha pg. 142) – podem ser Moedas, diamantes, varinhas mágicas que me permitem conjurar uma nova magia, uma parte de uma pistola de raios paralisantes… enfim, pode ser qualquer coisa. A diferença é que o Mestre não especifica que itens são esses pra deixar o jogador mais livre sobre o que quer fazer com seu personagem.

Por exemplo, os jogadores derrotam um dragão e saqueiam seu covil. No final da aventura o Mestre pode presentear um jogador com 10 PEs. Esses PEs são coisas que ele encontrou no caminho, mas cabe a ele decidir que “coisas” são essas. Uma outra opção é dizer que o jogador encontrou uma varinha que permitirá a ele conjurar uma nova magia se ele souber usá-la (ou seja, se ele tiver os requisitos pra lançar a magia) (1 PE), um pergaminho com a magia Arma de Allihanna (5 PEs), 200 Moedas (2 PEs) e adquiriu experiência em combate para, no futuro, aumentar uma de suas Características (2 PEs). No fim é a mesma coisa. O problema de o Mestre especificar os itens é que isso acaba totalmente com a liberdade do jogador, pois ele não escolhe o que vai fazer com os PEs que recebeu; isso já foi determinado pelo Mestre.

Mas aí ainda fica a questão: porque gastar PEs para comprar itens ao invés de gastar os mesmos PEs para evoluir o personagem, aumentar as Características e adquirir novas vantagens? Simples, porque itens mágicos oferecem benefícios que você jamais terá através de vantagens ou aumento de Características. Além disso, às vezes adquirir itens mágicos sai mais barato do que adquirir vantagens ou aumentar uma Característica. Se você tem F5 e quer aumentar para F6 precisará gastar 20 PEs. Ou pode gastar 10 PEs para comprar uma espada +1, que aumentará sua Força para F6 e ainda lhe dará o benefício de ferir criaturas vulneráveis apenas a magias e armas mágicas. Claro que ainda tem a questão de que uma arma mágica pode ser roubada, perdida, etc., mas às vezes pode valer o risco. Sem falar que o tal item mágico pode ter benefícios que você jamais terá de outras formas – Anti-Inimigo, Assassina, Espiritual, Sagrada…

PEs por “Vitórias” e “Fracassos”

Quero aproveitar para falar de algo que não esta relacionado com Moedas e PEs, mas é um grande problema do 3D&T. Desde o surgimento do sistema a aquisição de PEs se resume aos combates. Isso está errado! Vitórias e fracassos não se restringem a vencer ou perder uma luta. Ser bem-sucedido em vencer um desafio, mesmo que não envolva nenhum combate, deve ser recompensado com PEs.

Há um net-book que eu escrevi uma vez com uma série de aventuras para Megaman 3D&T chamado de Megaman vs Stardroids. No final de cada conjunto de aventuras há uma sugestão de premiação que levam em consideração não somente os combates, mas as missões que os jogadores tem durante cada aventura. Por exemplo, na primeira aventura há um conjunto de bombas prestes a explodir, e os jogadores precisam evitar; eles recebem +1 PE se conseguirem evitar que as bombas detonem. Na segunda aventura, há uma passagem secreta que, se encontrada, facilita a invasão dos jogadores; encontrar essa passagem secreta também rende +1 PE no final da aventura. Enfim, isso são apenas algumas idéias.

Quando esta escrevendo sua aventura, o Mestre deve ter em mente quais os objetivos dos aventureiros, e o quão bem eles se saem. É como se a aventura fosse composta por várias mini-missões (pequenos desafios) que, se vencidos adequadamente, deveriam render PEs no final do jogo. Por isso a minha sugestão é que para cada aventura que vier a desenvolver, o Mestre deve criar sua própria versão daquela tabelinha que aparece na pg. 140 do Manual 3D&T. Não que aqueles parâmetros não devam ser usados, mas o Mestre deve inserir outras variáveis que estejam mais ligadas com a aventura (evitar que inocentes morram, desarmar uma armadilha mortal, convencer um NPC a lhe ajudar, vencer uma disputa de perícia…). Se quiserem algumas idéias, dêem uma olhada no net-book Megaman vs Stardroids.
"