AVISO

A nova política de uso do Google me fodeu legal, agradeçam a ele quando virem o que aconteceu com os posts antigos.

O Gosto do Sangue (1.)


Você era uma pessoa comum. 

Comum porque não havia como ser chamado de "normal".

Sua deficiência chamava atenção.

As pessoas te olhavam.

As pessoas te xingavam.

As pessoas te humilhavam.

As pessoas te feriam.

Você não lembra quando isso começou.

Você não lembra se havia feito algo para provocá-las.

Elas apenas agiam.

Todos te olhavam.

Todos te odiavam.

Todos te feriam.

Um dia, você resolveu revidar.

O ódio manchou sua vista.

O ódio embaralhou sua razão.

Você pensou, "como vou me vingar?"

"Devo xingar?"

"Devo odiar?"

"Devo ferir?"

Quando deu por si, suas mãos estavam manchadas de sangue.

Quando olhou ao redor, todos estavam mortos.

Não exatamente.

Alguns foram mutilados.

Alguns foram torturados.

Mas, a maioria, foi devorada.

Você sentiu o gosto de sangue.

Você olhou para os céus.

Você sentiu o gosto do sangue.

Você sorriu.





O Gosto do Sangue é um conto original de minha autoria (Atmo). A história se passa num mundo moderno onde pessoas com poderes sobrenaturais tentam conviver. Alguns possuem olhos diferentes e uma estranha fome por carne humana, enquanto outros se utilizam de criaturas de outros planos para gerar efeitos surreais.


3 comentários:

  1. Respostas
    1. Rapaz, nas tags da imagem não diz. Realmente parece ser de algum anime, mas o autor deve ter criado a cena do nada (ou seja, mais um perturbado!).

      Excluir
    2. Tá aqui o link para a imagem: http://danbooru.donmai.us/post/show/1076200/black_hair-blood-breasts-eating-eyepatch-guro-kage

      Excluir

Post urls = spam.