AVISO

A nova política de uso do Google me fodeu legal, agradeçam a ele quando virem o que aconteceu com os posts antigos.

[SdJ] The Fear of a Bad End (Parte 1)

Estreando a nova tag do blog, Sessão de Jogo, começarei com uma sessão "fictícia". Tirei a ideia de uma das imagens do Hitomaru, um artista japônes (acho) muito bom em retratar cenas que... tenho mais gosto.

Essa é uma das sessões de jogo que colocarei no PDF de Erthys, para 3D&T Alpha. Sei que tá demorando, mas tenho que deixar tudo bem feito. Fichas aqui.

Só pra lembrar, conteúdo não apropriado para menores de 18 anos.



GM: Certo, qual o nome mesmo da sua personagem?
Jogador1: Elfy.
GM: Criativo...
Jogador1: Tá, bora começar logo. Eita, olha a "foto" dela aqui.
GM: *Olha a imagem* Essa ai?
Jogador1: E quero que aconteça isso.
GM: Hein?
Jogador1: Tu num disse que tuas mesas permitem putaria? Então, é isso ai o que eu quero.
GM: Sério mesmo? Só encontro gente doida...
Jogador1: Começa o jogo, man!
GM: Ok, Floresta dos Elfos, cidade escondida Verinas. Como que é a Elfy?
Jogador1: Uma elfa (dã) nova, por volta dos 12 anos, e inexperiente. Quer ser uma Cavaleira Protetora Élfica. Está tentando se especializar em Combate com Espadas Curtas e Longas.
GM: Dois tipos ou um só?
Jogador1: Dois. Pode?
GM: Ok, prossiga.
Jogador1: Ela perdeu os pais quando era mais nova, durante uma aventura dos dois e agora quer ser uma Cavaleira para proteger os elfos que moram na floresta. 
GM: Beleza. A cidade de Verinas é naquele estilo éflico de sempre: escondida por dentro da floresta e com casas feitas nas árvores, em alguns casos. A iluminação é constante, mesmo de noite, feita por lampiões abastecidos com magia diariamente.
Jogador1: Interessante... Elfy mora sozinha, já que os pais morreram e tal. Foi nessas que ela perdeu a audição.
GM: Certo. Ela aprendeu a lutar sozinha?
Jogador1: Os pais a ensinaram um pouco de magia, mas isso tudo tá na ficha, num tá?
GM: Só estou checando. Ok, começando pela manhã, Elfy faz suas rotinas de sempre e sai, porém desta vez irá tentar trazer a carcaça de algum monstro que ela mesma matou.
Jogador1: Pode ser que melhore tudo, né?
GM: Talvez.
Elfy: Hoje que eu recupero (?) minha honra! Para a Tribo dos Kobolds!
Guarda1: *escuta Elfy passando* Como disse, mocinha?
Elfy: Epa! *sai correndo*
Guarda1: Parem essa garota!
GM: Outro guarda vai tentar te impedir, joga H.
Elfy: rolou 1D6 = 1
GM: O salto de Elfy assombra o guarda, que nada pode fazer para impedir.
Jogador1: Continuo correndo.
GM: Depois de tanto correr, Elfy se vê muito longe de Verinas. Ela se ajeita e passa a procurar a direção da Tribo. Algumas horas depois e morta de fome, ela avista o que parece ser uma caverna.
Elfy: rolou 1D6 = 1
GM: Rastros mostram que o lugar fora usado recentemente.
Jogador1: Vou entrar!
GM: Joga H-1 para ver se percebe os Kobolds.
Jogador1: É H-2.
GM: Não tem como fazer, falha direto. Dois Kobolds pulam em Elfy, por trás. Teste de A para evitar ataques por trás.
Jogador1: Não tem. Vou jogar a FD então.
Elfy: rolou 1D6+2 = 3
Elfy: rolou 1D6+2 = 4
GM: rolou 1D6+3 = 6
GM: rolou 1D6+3 = 6
GM: Levou 3 e 2 de dano, total 5. Os golpes ferem Elfy seriamente nas costas.
Elfy: Malditos! *ataca o mais próximo*
Elfy: rolou 1D6+4 =10
Jogador1: Critíco! FA total é 12.
GM: Tua espada é média? Então aumenta a FA em +2.
GM: rolou 1D6+2 = 3
GM: O violento golpe de Elfy mata o Kobold de uma vez. O outro se assusta e foge.
Elfy: Não vai fugir de mim! *persegue o monstro*
GM: Tu pode atacar pelas costas.
GM: rolou 1D6 =3
Elfy: rolou 1D6+6 =12
GM: rolou 1D6+2 =3
GM: Mais um golpe certeiro e menos um Kobold no mundo.
Elfy: Parece que estou no lugar certo... *entra*
GM: O lugar é bastante usado, provavelmente é uma das passagens para o covil dos Kobolds. Algumas lamparinas presas nas paredes iluminam o caminho, dando um ar sinistro ao lugar, além do problema auditivo de Elfy. Sua caminhada a leva até uma câmara gigantesca, com um lago, pontes de madeira e palafitas. Não parece ter mais ninguém no lugar.
Elfy: Isso sim é estranho. *anda até a maior casa*
GM: Uma das casas chama a atenção da pequena elfa. Completamente feita de madeira e com uma placa do lado, dizendo "Residência do Líder".
Elfy: *grita* OOIII!! TEM ALGUÉM EM CASA? *bate na porta*
GM: Nada acontece.
Elfy: Já que não tem ninguém, vou derrubar a porta.
Elfy: rolou 1D6 =1
GM: Com extrema impaciência, Elfy derruba a porta de madeira. Porém, um dardo voa em sua direção.
Elfy: rolou 1D6 = 6
Jogador1: Eita.
GM: Joga FD.
Elfy: rolou 1D6+2 = 4
GM: rolou 1D6+4 =10
GM: O dardo atinge Elfy em cheio, seu corpo é completamente paralisado. Ela cai no chão, de bruços, e ouve passos e gargalhadas de uma criatura que se escondia dentro da casa.
Arb'An: Parece que consegui uma fêmea! Minhas técnicas de atrair novatas nunca falham, hahaha!
GM: O grande Kobold anda até Elfy e arrasta para dentro.
Elfy: *fraca* Maldito... Eu vou te matar!
Arb'An: Consegue falar, mas não se mexer! Prefiro que seja assim, fica mais divertido quando faço meus filhotes, hahaha!
Elfy: *fraca* Filhotes?
Arb'An: Isso mesmo, vou te usar até que tenha meus filhotes, e depois te devoro. Simples lei da natureza.
Jogador1: Tem como resistir?
GM: Não, já foi paralisada.
Arb'An: Certo, vamos começar!
GM: O Kobold arranca a saia e as roupas de baixo de Elfy, enquanto a posiciona de no chão. Ele passa dois dedos, suavemente, nos lábios inferiores da garota.
Arb'An: Está gostando?
Elfy: ME SOLTA!
GM: O Kobold coloca os dois dedos dentro das intimidades da garota, mexendo-os sem parar. Logo que os fluídos começam a sair, ele retira a mão e lambe os dedos.
Arb'An: Uma virgem? Que dia de sorte!
Elfy: Maldito. *começa a chorar*
Arb'An: Tenho que ter certeza. *se abaixa e lambe o fluído, enfiando a língua o mais fundo que pode* Muito bom! Você me dará filhotes fortes! *dá um tapa numa nádega da garota*
Elfy: Não... não... *chorando*
GM: O Kobold coloca seu membro para fora. Ele começa a passar a cabeça nos lábios inferiores da garota, como se brincasse com ela. Sem avisar, enfia o membro de uma vez, sujando-se com o fluído e sangue.
Arb'An: Bem apertadinha, acho que vou me divertir bastante hoje!
Elfy: Urgh!
GM: Joga FD de novo, pra tentar resistir a Paralisia.
Elfy: rolou 1D6+1 = 4
GM: Arb'An usa Crítico Aprimorado, FA = 11.
Arb'An: Espero que não morra logo, garotinha!
Elfy: Se eu tiver uma chance, vou te matar...
Arb'An: HAHAHAHAHA!
GM: A criatura continua forçando seu membro violentamente contra Elfy, causando-lhe dor intencionalmente. Em pouco tempo, uma grande quantidade de esperma começa a fluir, sujando o chão do barraco e preenchendo a garota por dentro. A satisfação no rosto do réptil é repugnante.

Photobucket


Continua...

2 comentários:

  1. Bem adorei o conto, li té o fim, pq esse sim deu vontade de ler!! continue assim!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é conto, é uma sessão de jogo mesmo.

      Estou preparando outras, aguarde.

      Excluir

Post urls = spam.