AVISO

A nova política de uso do Google me fodeu legal, agradeçam a ele quando virem o que aconteceu com os posts antigos.

[SdJ] Fleurette e Ashad [Parte Única]

Uma bruxinha tentou invadir a mansão de um demônio poderoso e sem limites, o que será que aconteceu?



[12:09] «!» *O dia do Festival das Flores havia chegado. Muitas pessoas se dirigiam para o Templo Katsu para preparar as barracas e se divertir com a Sacerdotisa, que conduzia jogos e atrações para os visitantes. Era tarde, então a cidade começava a ficar mais vazia. Uma garota sem um pingo de noção estava se preparando para algo: roubar coisas da mansão do homem, ou demônio, mais influente do local...
[12:10] ** NPC: Fleurette: *olhava a mansão do lado de fora, analisado como entrar e por onde ir* Vejamos...
[12:11] «!» *Era sua primeira vez em roubar uma mansão de alguém tão perigoso, que calhava de ser o regente de Aedhen.
[12:11] ** NPC: Fleurette: Que se dane, vou assim mesmo! *fica invisível e voa até o teto, aproveitando uma janela aberta e invadindo o lugar*
[12:15] ** NPC: Fleurette: *conjura outro feitiço para ficar mais furtiva, e avança até outros corredores, estranhando o fato de não ter nenhum serviçal ou residente ali* Ele é tão forever alone assim?
[12:23] Ashad: *Ashad estava em sua biblioteca, sentando em uma poltrona que lembrava mais um trono, em frente dele estava uma mesa grande, cheia de livros e papeis diversos. O demônio estava dividindo sua atenção entre seus livros arcanos e vários relatórios da cidade, falavam dos problemas da cidade, petições de moradores e comerciantes, reclamações e disputas.  Já estava nisso algumas horas e então decidira pela noite, e então andar um pouco pela mansão afim de esticar as pernas.*"Tenho que chamar alguns servos para arrumarem a casa amanhã, estou andando desleixado com isso ultimamente. Mas não posso deixar que muitos saibam do que realmente pretendo,só preciso delas por perto..."
[12:25] ** NPC: Fleurette: *olha para um lado e não vê Ashad chegando*
[12:25]   Atmo rolou 1d6= 1 {[1]}
[12:26] ** NPC: Fleurette: *conseguindo desviar antes, sem que ele escute, e começa a segui-lo em silêncio, rindo bastante*
 [12:28] Ashad: (quem mandou eu não ter servos fixos x-x)
[12:29] Ashad: *O demônio seguia com passos pesados para o seu quarto, antes passaria no quarto destinado para Yuuko, apenas ver se a guerreira decidira passar a noite na mansão ou na casa os pais.*
[12:30] «!» *Chegando lá, Ashad não a encontra, provavelmente saiu para se divertir...
[12:32] ** NPC: Fleurette: "Parece grande e forte, melhor não brincar com ele... Só preciso ter cuidado--"
[12:32]   Atmo rolou 1d6= 3 {[3]}
[12:33] ** NPC: Fleurette: *tropeça e cai de cara no chão, sem fazer ruídos por causa da magia*
[12:33] «!» *Na volta, Ashad quase tropeça em algo. Olhando para onde era, não vê nada no chão.
 [12:36] Ashad: *Estranhando ter quase em algo, Ashad fica parado no lugar e começa a pisar no lugar, imaginando que poderia ser alguma falha no piso, se fosse, teria que que chamar algum carpinteiro da cidade para cuidar disso. Podia suportar sua bagunça mas gostava de sua casa em perfeito estado físico.*
[12:37] ** NPC: Fleurette: AI! *segura a boca depois de gritar, achando que adiantaria algo*
 [12:44] Ashad: --Quem está ai?*Ao ouvir o grito, agachava e tateava o chão, procurando quem poderia está ali. Pelo jeito havia alguem se escondendo em sua casa, algo que não seria novidade para o demônio. Tateava o chão e se sentisse algo, iria tentar agarrar esse algo*
[12:45] ** NPC: Fleurette: *gira o corpo para tentar levantar mas tem os seios pegos por Ashad*
 [12:49] Ashad: *Ashad ao sentir pegar algo, fecha os olhos por um momento e começa a proferir palavras arcanas em seu idioma de origem. Tentava cancelar qualquer magia que pudesse está agindo ali.*[Cancelamento de Magia]
[12:50] ** NPC: Fleurette: *tem a proteção da Invisibilidade destruída, surgindo na frente de Ashad, e tenta fugir dele*
[12:50]   Atmo rolou 1d6= 3 {[3]}
[12:51]   Ashad rolou 1d6= 2 {[2]}
[12:51] ** NPC: Fleurette: *quase grita de novo com a força que Ashad usa para segurar seus seios* Me larga, seu tarado!
 [12:57] Ashad: --Kukuku, acha que pode julgar alguém na posição que está pequena?*Segurava mais forte lo seio dela, aproximando seu rosto no dela e lambendo seu rosto com sua comprida língua.*--E o que veio fazer aqui petisco? Roubar algo? Ou veio tentar me matar?
[12:58] ** NPC: Fleurette: *enojada com tudo aquilo, coloca a mão no rosto do demônio e conjura uma magia de ataque* SAI DE PERTO DE MIM! (ataque mágico sônico 2PM)
[12:59]   Atmo rolou 1d6 + 5= 11 {[6] + 5}
[12:59]   Atmo rolou 1d6= 3 {[3]}
[13:01] Ashad: *Ashad movia a outra mão conjurando uma aura de trevas ao seu redor, buscando se proteger do ataque da garota.*[Proteção Mágica 2, 4PMs]
[13:02]   Ashad rolou 1d6 + 5= 8 {[3] + 5}
[13:04] «!» *A pequena explosão de som fere levemente a cabeça de Ashad, mas ele continua vivo e inteiro, mesmo com um fio de sangue escorrendo por seu rosto.
 [13:14] Ashad: *Ashad passava um dedo no rosto, sujando ele de sangue, e mesmo não sendo um vampiro, levava o sangue aos lábios. Esboçava um sorriso cruel no rosto e então dizia enquanto puxava uma Spell Card de seu rico traje*--Vejo que vou ter que amacia-la antes de me divertir kukuku.*Apertava a Spell Card, fazendo uma esfera de trevas surgi da sua mão, segundos depois um crânio emergia da esfera de travas. Era um crânio humano, com alguns pedaços de carne pobre colado e vermes  devorando os pedaços.*-- Dark: Death Greeting[ O Crânio Voador de Vladislav]     
[13:16] ** NPC: Fleurette: IIHH!! *tenta conjurar outra magia, mas seu poder mágico parece ter sido restrito, por causa do uso da magia negra que ela teme tanto* SAI DE PERTO DE MIM! AAAAH! *grita de dor quando sente o seio espremido cada vez mais pelo demônio; parece que não conseguiria sair dali*
 [13:29] Ashad: *Sorria malicioso e então levava o crânio que conjura para o perto do resto da menina, ao mesmo tempo que continuava a apertar o seio dela*--Seja uma boa menina e não farei você terminar desse jeito.*Falava do crânio que segurava. E então fazia um movimento fazendo o crânio sumir, logo e, seguida se aproximava mais o rosto do dela.*--Parece que a diversão pode começar.*Aproveitava a mão no rosto dela para conjurar Luxuria Desenfreada na garota.*
 [13:33] ** NPC: Fleurette: Seu nojeEEh!! *seu corpo esquenta assim que o rosto é tocado, aumentando a sensibilidade de suas partes íntimas, mamilos e ânus, onde já tinha experimentado variados tipos de penetração* Você é um tarado! *a voz assustada se mesclava com o prazer, e estava feliz em ter encontrado mais um usuário desse poder, mesmo com o medo da magia negra que ele usava*
 [13:39] Ashad: --Kukuu, não nego que sou isso mesmo garotinha. Mas vou fazer você gostar de eu ser um.* Soltava o seio dela por um momento, se afastava por uns segundos e então estava os dedos, fazendo com que um círculo arcano surgisse do chão, dele emergiam quatro tentáculos que segurando a garota pelos braços e pernas, deixando ela presa, ao mesmo tempo que rasgava a roupa dela.*
[13:47] Ashad: *Se aproximava por trás da maga, deixando seu corpo colado no dela, encostava sua virilha  no quadril dela, fazendo a maga sentir seu membro que ficava cada vez mais rígido dentro de sua calça. Segurava o rosto dela com uma das mãos, levando sua longa língua a garganta dela, a outra mão agarrava com força um dos seios dela.*--Está pronta para brincar um pouco garotinha?
 [13:49] ** NPC: Fleurette: *sente a longa língua por dentro de sua boca, espalhando uma gostosa saliva enquanto tinha um seio massageado por uma mão grande e forte; era muito relaxante e estimulante* Me use, sou seu brinquedo... *a voz macia, quase hipnotizada, deixa sair seus desejos mais profundos*
 [13:58] Ashad: *Ashad ficara com a mão para apertar e massagear apenas um seios dela, o outro era apertado por um dos tentáculos que estava prendendo seus braços. O demônio usava sua outra mão, para abaixar suas calças e cueca, expondo seu grande membro rígido, era possível ver que era bem maior que de qualquer humano normal, e por enquanto apenas deixara ele encostado entre as nádegas dela,e falava em um tom provocador*--Você quer todo ele entrando?
[14:01] ** NPC: Fleurette: Sim! Todinho, por favor, eu quero! *o sorriso da luxúria se abria em seu rosto, estava vermelha com os toques e estímulos ampliados por todo o seu corpo, que facilitava o trabalho de Ashad* Só não entre na minha boca de baixo, não é um dia bom...
 [14:06] Ashad: --Kukuku, acho que sou eu que decido onde coloco. Mas não se preocupe, não colocarei lá, pelo menos não ele.*Sorria mais malicioso ao dizer isso, e então invadia o corpo o ânus da garota com seu grande membro rígido em uma única estocada, ao mesmo tempo que fazia um dos tentáculos que prendia a garota invadir a intimidade dela com força. O demônio levava os lábios ao seio da garota, enrolando sua língua no mamilo dela, o estimulando totalmente.*
[14:15] ** NPC: Fleurette: *a estocada profunda a assusta de início, ligando todos os seus nervos internos e começando a clarear sua mente, aos poucos* SIIIM! *cada nova estocada a fazia gritar "sim!", realçando seu desejo pela penetração anal, mas não percebia a outra em sua intimidade*
[14:21] Ashad: *Enquanto enquanto envolvia o mamilo com sua longe língua, começava a chupar o peito com sua grande boca,chegando até morder de vez enquanto. Ashad então fazia o tentáculo entrar e sai de dentro da intimidade dela, mas não ao mesmo tempo que fazia seu grande membro sair e entrar no ânus dela, alternava o ritmo dos dois, fazendo com que ela não ficasse com nenhum dos dois orifícios desocupados. Socava seu membro dentro da maga sem piedade , fazendo ela sentir cada centímetro do membro dentro dela,*
[14:24] ** NPC: Fleurette: Hum, hum, hum... *gemia, desistindo de falar, sempre que sentia a virilha de Ashad batendo em suas nádegas, caindo mais fundo no prazer, deixando-se ser violentada por aquele demônio horrível, rude e violento; era melhor que roubar qualquer besteira* Embaixo não... hoje não...
 [14:33] Ashad: *Por um tempo ignorava o que ela dizia sobre não colocar em baixo, então parava de acompanhar o seio dela para dar um longo beijo, enrolando sua longa língua na dela. Logo depois acabava o beijo, com um pouco de saliva dela no canto de boca dele, a qual lambia em seguida*--Kukuku, para não estragar a brincadeira  vou atender esse pedido. Mas vai custar algo.*Dois dois tentáculos que prendiam os braços, se enrolam um pouco nos seios  da garota, ficando um subindo e descendo entre eles, o outro ia para para cima, entrando na boca dela, e indo fundo na garganta. Ashad então voltava a se concentrar em suas estocadas, afastava a virilha alguns centímetros dos quadris dela quando retirava seu membro do ânus da garota, afim de dá um impulso ao movimento de entrada, aumentando assim a força de cada penetração.*
[14:40] ** NPC: Fleurette: Hmgais! HMGAIS! *tentava gritar "mais!" da melhor forma que podia, enquanto saboreava o longo tentáculo entrando e saindo fundo de sua garganta, sentia os seios sendo apertados e estimulados, o tímido tentáculo em sua intimidade e as poderosas penetrações anais que a mergulhavam no prazer e luxúria, mesmo sem feitiços para isso, aumentando o fluxo de fluídos que saiam de dentro dela*
 [14:47] Ashad: --Você vai ter o que quer, não se preocupe Kukukukuku**Falava isso enquanto lambia o rosto dela com sua longa língua, comandava os tentáculos em volta dos seios dela para aumentarem a força, ao mesmo tempo que fazia tanto o tentáculo na boca e e intimidade entrarem e saírem com mais força, e também em um ritmo maior, deixando ela com poucas chances de parar para respirar. Ashad também penetrava mais fundo no ânus da manga, usava de força sem se importar de causar alguma dor ou e  
[14:47] Ashad: ou mesmo se encontrava alguma resistência ou limites no corpo dela.*
[14:48]   Atmo rolou 1d6= 6 {[6]}
[14:53] ** NPC: Fleurette: Não, por favor! Hoje nÃAAO!! *gritava, enquanto era penetrada pelos quatro tentáculos invocados por Ashad, que os retira dos seios e boca e invadem sua intimidade com tudo, rasgando um pouco e causando sangramentos* Eu vou ficar grávida! *a sensação que os tentáculos a davam era ótima, indo e vindo de forma independente e frenética, até que gozassem e preenchessem seu jovem útero com grandes quantidades de esperma, quase dois litros do líquido* AAAHhh!!! *vira os olhos, o calor em sua barriga aumentava, aquilo era bom demais, não dava para segurar mais; gozou também, com gosto e sem remorso, sujando suas pernas e o chão ao redor* Eu... vou ficar grávida... *tentava chorar, mas aquilo estava bom demais, Ashad ainda a penetrava no ânus com seu enorme membro enquanto segurava seus braços para trás, provavelmente a deixando tão arrombada que não haveria como voltar ao normal, jamais; sua mente estava em frangalhos, assim como o seu corpo* Bebê... vou ter um bebê... *repetia, largada no chão e sujando-se com a poça de esperma que saia de dentro dela e da que Ashad fazia o favor de derramar por seu corpo, usando o que restava nele para isso*
[15:02] Ashad: --Aahh, nada melhor para relaxar depois de um longe dia dia de trabalho, cuidado de uma cidade* Agachava próximo do rosto dela, com um sorriso cruel no rosto, passando a mão nos cabelos dela.*--Talvez tenha ficado curiosa porque não mantenho servos na mansão, isso é simples minha querida, além de não querer que descubram meus planos, quase sempre aparece uma invasora como você, e então poderia deixar alguém atrapalhando nossa diversão, poderia? Kukku* Levava a mão até a barriga dela, à acariciando, ao mesmo tempo que ainda olhava para o rosto dela, com o mesmo sorriso ainda no rosto*--E não se preocupe, cuidarei bem de você enquanto estiver grávida, vou arrumar um espaço no meu laboratório para você. Mal posso esperar para ver o que vai nascer hahahAHAHAHAHAHHA* Sua gargalhava ecoava na mansão fazia, e se houvesse alguém nela, gelaria o sangue de qualquer que a escutasse.*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post urls = spam.