AVISO

A nova política de uso do Google me fodeu legal, agradeçam a ele quando virem o que aconteceu com os posts antigos.

[Sessão de Jogo] O Anjo que me Matou - Capítulo 1

Primeira sessão, vamos lá!


«!» *Após ser largado para morrer na ilha de Barosia juntamente com várias outras pessoas, Laclos se liberta das amarras com facilidade e fica livre rapidamente. O lugar é um tipo de praia com floresta tropical próxima, vários sons de animais ao longe e muitas pessoas, a maioria bandidos de quinta e assassinos passionais, estão tentando se soltar das cordas. Alguns que já conseguiram se soltar estão libertando prováveis colegas e outros olhando e medindo suas novas "vítimas".
<Laclos> *Observa quantas pessoas são.* -- Não é melhor ficarmos todos juntos no caso de haver alguma coisa perigosa esperando lá na floresta?
«!» *Alguns bandidos mau encarados se aproximam, tentando botar medo no jovem com seus "olhares de máfia".
<Laclos> (Vai ser um combate, né?)
<Atmo> (Exatamente. Rola teu Cliché Ladrão pra tentar intimidar eles)
Laclos rolou 4d6= 10 {[3, 2, 4, 1]}
Atmo rolou 2d6= 6 {[4, 2]}
<Atmo> (Conseguiu)
<Laclos> -- Sabem, talvez seja melhor que eu fique sozinho. Vermes como vocês não passam de comida para os monstros daqui. *sorri de forma maligna, pegando minha adaga escondida e preparando o bote*
** NPC: <Bandido> -- Olha só, quer colocar medo em mim?! *uma veia surge na testa do que parece ser o homem mais velho do grupo* -- Se quiser morrer aqui mesmo, pivete, é só pedir!
<Laclos> -- Velho, você não sabe mesmo medir a força de seu oponente, né? *olho pro lado, assobiando*
<Atmo> (Joga de novo)
Laclos rolou 4d6= 16 {[4, 6, 4, 2]}
Atmo rolou 1d6= 6 {[6]}
** NPC: <Bandido> -- S-seu... *furioso, sai de perto de Laclos, levando seu grupo junto*
<Laclos> (primeira vitória! o/)
<Atmo> (Vamos ver se consegue aguentar os próximos desafios)
<Laclos> (oh, shit!)
«!» *Várias pessoas foram desamarradas, outras são agredidas pelos bandidos de antes e, uns dois ou três, são jogados no mar para afogarem-se.
<Laclos> *Vou para dentro da floresta, sozinho, procurando por comida que preste antes dos outros e evitando animais ferozes no caminho*
Laclos rolou 4d6= 24 {[6, 6, 6, 6]}
<Laclos> (acho que consegui mais do que queria :3)
<Atmo> (Maldito sortudo!)
«!» Não demora muito e Laclos acha um arbusto com amoras verdes, conhecidas em Larosa por serem suculentas e nutritivas. São pequenas o suficiente para colocar aos montes numa mochila improvisada, a que o garoto sempre anda a tiracolo.
«!» Mais um tempo de caminhada e algo parece seguir Laclos.
<Atmo> (joga Ladrão de novo)
Laclos rolou 4d6= 13 {[2, 1, 4, 6]}
«!» *Seus sentidos afiados de Ladrão apontam para a presença de um animal hostil. Analisando rapidamente, tratava-se de uma pantera, provavelmente faminta, que seguia o garoto em silêncio aguardando por um descuido para o bote.
<Laclos> *Salto o máximo que posso para uma árvore e fico lá em cima, olhando a pantera*
Laclos rolou 4d6= 15 {[1, 5, 3, 6]}
«!» *Com uma velocidade quase sobrenatural, Laclos sobe a árvore em poucos saltos, afastando-se da fera abobalhada.
<Laclos> *Dou a língua* -- Quero ver me pegar agora!
<Atmo> (iniciativa para ambos)
Laclos rolou 1d6= 5 {[5]}
Atmo rolou 1d6= 3 {[3]}
<Atmo> (Laclos > pantera)
<Laclos> *Preparo minha adaga e salto do topo da árvore contra a fera, sem esperar pela resposta dela para minha ação de antes!*
Laclos rolou 4d6= 15 {[3, 2, 6, 4]}
Atmo rolou 3d6= 6 {[1, 1, 4]}
«!» *A adaga de Laclos corta um pouco do focinho do animal, assustando-o um pouco. Logo, após recuar e observar seu agressor com raiva, salta em sua direção com raiva, pronta para rasgar sua carne.
Atmo rolou 2d6= 6 {[1, 5]}
Laclos rolou 4d6= 15 {[5, 4, 4, 2]}
<Laclos> *Pulo para um lado antes que a pantera me toque, aterrissando de lado e me mexendo rápido o suficiente para levantar e apunhalar o animal de novo.*
Laclos rolou 4d6= 16 {[4, 6, 4, 2]}
Atmo rolou 2d6= 9 {[3, 6]}
«!» *A pantera é atingida antes de tocar o chão, a lateral de seu tórax é perfurada violentamente, causando uma pequena hemorragia. A fera se recompõe rápido, provavelmente não iria sair dali sem matar sua presa, e tenta abocanhá-lo novamente.
Atmo rolou 1d6= 3 {[3]}
Laclos rolou 4d6= 11 {[4, 1, 1, 5]}
<Laclos> -- Foi mal, gatinho. *Faço a pantera passar por mim e a perfuro de novo com a adaga.*
Laclos rolou 4d6= 13 {[2, 5, 5, 1]}
Atmo rolou 1d6= 2 {[2]}
«!» *Num último golpe, Laclos consegue rasgar a carne do animal furioso de forma brutal, abrindo a parte inferior de seu corpo e deixando alguns orgãos vitais escaparem.
<Laclos> -- É nisso que dá quando tentam me comer, sabia? *Tiro a Pedra do bolso e começo a sugar a vida da pantera.* -- Agora seja boazinha e morra por mim, tá bem?
«!» *Em alguns segundos, sequer pó de pantera era encontrado.
-- Fim de Sessão --
-- Recompensas: Laclos +3 XP --

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post urls = spam.