AVISO

A nova política de uso do Google me fodeu legal, agradeçam a ele quando virem o que aconteceu com os posts antigos.

Acho que me perdi - Capítulo 3



Céu azul, poucas nuvens, sol brilhando.
- Ei, falta quanto pra chegar. *Minhas mãos já estavam formigando.*
- Um pouco mais, só terminar de subir esses degraus... *Reisen estava certa do que falava.*
Alguns minutos atrás eu conheci mais três garotas nesse lugar que, provavelmente, era a terra natal dos meus pais. Algumas coisas interessantes aconteceram, mas nem tudo correu do jeito que eu queria.
- Reisen-san, ele está pesando demais... *Mystia quase chorava com a situação.*
Agora que me lembrei, esqueci de dizer o que aconteceu lá atrás... Na verdade, não teve muita coisa além delas pularem em mim e baterem com tanta força na minha cabeça que acabei desmaiando. Quando acordei, estava amarrado pelos punhos e tornozelos nesse pedaço de bambu enquanto que essas duas garotas me levavam pendurado, quase me arrastando no chão, até a Hakurei. Eu tinha uma visão privilegiada das pernas e roupas de baixo da Coelha da Lua, mas não era tão interessante olhar enquanto que sentia minhas extremidades formigando e doendo depois de tanto tempo amarrado...
- Desculpe por ser homem, então. *Debocho da Mystia, não podia deixar essa passar.* - E me desculpe por ser tão fraco a ponto de cair na primeira armadilha que vocês duas fizeram...
- Já chegamos. *Reisen me larga no chão, me fazendo bater a cabeça, enquanto esperava a Hakurei se aproximar.* - Aqui, esse é o Youkai estrangeiro que falei.
Caminhando calma e decididamente, vinha uma garota de cabelo e olhos negros, usando uma roupa vermelha e branca de sacerdotisa xintoísta. Ela empunhava seu Gohei na mão esquerda e alguns Ofudas na direita, mas se decepciona quando me vê ali, estatelado no chão. Era tão adulta e desenvolvida quanto eu imaginava...
- Ele não é uma ameaça. *Ela constata o óbvio.* - Desamarrem ele, esse trote não vai ser uma boa experiência pra ele.
- Trote? *Pergunto a ela.*
- Sim, elas ouviram você dizer que era um Satori, e isso as assustou. Satori são Youkai que não valem muito, se é que posso dizer isso.
- Imagino que tenha sido por causa de algum Incidente... Ou algo ainda mais grave...
As três me olham, e depois se entreolham. Reimu quebra o silêncio.
- Deixem ele aqui, vou atualizá-lo do que está acontecendo. *Ela se curva.* - Obrigada por sua cooperação.
As outras duas se curvam também, um pouco assustadas e impressionadas com a reação da Sacerdotisa Hakurei. Pelo o que sei, ela não seria tão cordial com Youkai se não tivesse segundas, terceiras e quartas intenções para com eles... Em alguns piscares de olhos, estou desamarrado e em pé, observando a garota tomando chá na varanda do Templo e me analisando com olhares perspicazes. As outras duas já tinham ido embora.
- Não está com medo? *Ela me pergunta.*
- Ué, por que estaria? Você me poupou ali, poderia ter me exorcizado com facilidade.
- Isso é verdade. *Dá um gole, repousando o copo ao seu lado.* - Nada mudou muito desde que você deixou o seu quarto naquele dia.
Começo a me assustar, com motivo e razão.
- Certo, por onde devo começar... *Agora que prende a minha atenção, começa a se fazer de difícil.* - Não sei se é algo que você queira saber...
- Passou tanto tempo com a “velha dos portais” que está começando a parecer com ela, sabia?
- Não acho, eu só... *Ela olha para uma pétala de rosa que baila pelo ar, bem na frente dela; a visão dela tentando alcançá-la é única, de acelerar o coração.*
Limpo a garganta, obrigando-a a continuar a conversa. Ela me olha, intrigada, como se estivesse surpresa do meu interesse sobre tal assunto que ela mesma puxou.
- Quer mesmo saber?
- Você não é a Hakurei, já percebi.
- Não é disso que quero tratar, mas sobre a possibilidade que procura de voltar para a sua casa. *Um olhar misterioso preenche seu rosto, tentando me confundir.*
- Fale de uma vez, sem rodeios. *Se era aquela loira doida, era bem possível que não revelasse nada e deixasse tudo pra próxima postagem.*
Ela ri, olha pro copo e fica girando-o no mesmo lugar algumas vezes.
- O mundo, como você conhece, acabou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post urls = spam.