AVISO

A nova política de uso do Google me fodeu legal, agradeçam a ele quando virem o que aconteceu com os posts antigos.

Que fim levou? Nexus 2.5


Sim, um RPG nacional que acabou esquecido pelo tempo e pelo público... triste, não?


O NEXUS
Nossa proposta com o NEXUS é, através de um conjunto de regras simples, fazer com que você e seus amigos possam conhecer a emoção de jogar RPG. Por esse motivo, nosso sistema não busca ser realista ou dramático e sim divertido. Com o tempo, você irá conhecer outros sistemas e pode agradar-se de algum deles, ou pode continuar usando este livro. O importante é que você jogue, porque o mais importante num jogo de RPG é a diversão e a interpretação de papéis, não as regras. Procuramos simplificar o jogo ao máximo de forma que, se conhecer as regras, você pode escrever as informações de seu Personagem em um papel em branco rapidamente. Colocamos uma Ficha de Personagem na última página deste livro para que você possa tirar cópias (não risque esta Ficha), mas você pode jogar sem ela. Outra coisa importante em um jogo de RPG são os dados. Na maioria dos sistemas (nome dado ao conjunto de regras próprias para jogar RPG) é exigido que o jogador possua dados multifacetados (com 8, 10, 12 faces, etc.). Alguém que esteja começando a jogar não possui estes dados, e teria que comprar para começar a jogar. As regras deste livro exigem apenas do dado de 6 lados (chamado de “D6”), facilmente encontrado em jogos comuns.
Além da ficha e dos dados, você precisará deste livro, lápis e borracha. Não anote as informações de caneta, pois muitos eventos podem mudar as características de seu Personagem durante a aventura. Mantenha também sempre alguns papéis em branco para que possam ser feitas anotações e desenhos durante o jogo.
E assim começa o livro do Nexus 2.5, um RPG nacional bem feito e com algumas coisinhas que incomodaram aqui e ali, como a fixação em colocar bolinhas nos níveis das coisas. Mas isso não impediu do jogo ser o que era: uma renovação ao estilo "nível, matar e experiência" que tínhamos na época. Um lado que não podemos deixar de ver é o bom: tinha MUITA gente que estava acostumada com Storyteller, Vampiro e essas coisas soturnas em pleno dia.

Nexus 2.5 apresentava um sistema de pontuação similar ao Daemon e Defensores de Tóquio, mas também trazia Talentos em suas fichas. Atributos, Perícias (Gerais e de Combate), Poderes e Talentos, além de Magia, era o quinteto básico que regia o jogo de forma equilibrada e divertida. Sim, é bem divertido criar fichas para algum personagem do estilo de fantasia medieval, eu fiz uma para testar o jogo dias atrás e foi bem interessante ver como ele reagia contra algumas adversidades que joguei do nada.

Nexus 2.5 é um jogo genérico, feito para simular aventuras dos mais variados tipos (mas as ilustrações focavam mais em supers...ainda bem que pedi pra tirar). Através dos Poderes e Talentos dá pra fazer umas combinações bem interessantes e customizar bastante o personagem.

Agora que começam as reclamações: poucos Talentos, Magias quase que totalmente separadas de Poderes e as malditas bolinhas. Depois de passar pelo "intensivão" do M&M e fazer incursões semi-cirúrgicas no BESM 3e, percebi que posso contribuir um pouco com esse sistema tão desprezado pelo público. Mas ai que tá a jogada: não posso fazer se não tiver ninguém para apoiar.

Como vocês já sabem do que sou capaz, preciso de algumas ideias do que colocar no "novo livro". Se vai ter algum cenário... já digo que não, isso dá trabalho demais. Quero que o "novo Nexus 2.5" receba influência de BESM 3e e M&M (de preferência o 3e também), pois assim vamos poder deixá-lo mais atualizado com as tendências de hoje em dia.

Então, o que me dizem?

2 comentários:

  1. Existia antes do Nexus 2.x o Nexus D6 que era um 3D&T variante. Chegou a ser lançado impresso (eu tenho, inclusive). E após o Nexus 2.5 saiu o Nexus Zero, que atualizava as regras (foi esse ano ou ano passado). Todos estão disponíveis aqui:
    http://www.mediafire.com/?3awm0llw3h2vd

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Nexus D6 me deu um pouco de asco, sendo que nem cheguei a ler. O Nexus Zero eu usei algumas vezes e achei realmente interessante a proposta de não ter PVs e de poder passar coisas do 3D&T com facilidade e adaptação, porém a própria ausência dos PVs me fez "murchar" em relação a ele.

      Por isso esse post dedicado ao 2.5.

      Excluir

Post urls = spam.