AVISO

A nova política de uso do Google me fodeu legal, agradeçam a ele quando virem o que aconteceu com os posts antigos.

[Sessão de Jogo] Marcha da Escuridão: Rebuild 02

Segunda sessão, e uma fada se mete na história.




[19:26] «!» *A dupla Tatsuya nada percebe quando dá alguns passos para fora, mas Tesshu sente a aproximação de alguém. Mais ao longe, uma forma humanoide obscura, provavelmente masculina, se aproximava com calma. Era um ninja.
[19:26] «!» >
[19:26] <Tesshu>  -- E você? O que lhe precede? *Soprava a fumaça calmamente enquanto colocava a ponta dos dedos no ninja-to novamente.* >
[19:26]   A senha da mesa foi alterada
[19:27] <Tatsuya> --Acho que alguém querendo apanhar. Respondia o oni, se virando para onde o tengu olhava, querendo encarrar quem se aproximava. >
[19:29] <Hikimaru> Hikimaru se aproximava andando calmamente,  ao se aproximar o suficiente ele faz uma reverencia respeitosa e diz - saudações,... me chamo Hikimaru
[19:32] <Tesshu> -- Hã... Boa noite, sou Tesshu, dos Shiunsai da Montanha Youukai. *Endireita o corpo para olhar em direção a Hikimaru.*
[19:32] <Tesshu> >
[19:33] <Hikimaru> Hikimaru diz - boa noite (exatamente onde estamos? qual o cenario a minha volta?)
[19:34] <Tatsuya> --Boa noite, eu sou Tatsuya. E o que quer com a gente? >
[19:34] <Hikimaru> Hikimaru diz - não deveriam estar por aqui, mesmo por aqui as florestas são perigosas, eu mesmo estava tentando me afastar dos espaços onde posso ser emboscado, encontrei voces por acaso mais gostaria de dar esse concelho
[19:36] <Tatsuya> --Sei cuidar de min mesmo.Respondia com um tom de indiferença. :
[19:37] <Hikimaru> bom... boa sorte então - dizia continuando o seu camiho
[19:39] <Tesshu> -- Bom, não acredito que tenha tanto perigo assim, se bem que por precaução deveríamos nos afastar dessa mansão... Afinal... Não gostei daquela conversa, vamos discutir isso em outro lugar, Tatsuya. *Com as apresentações vindo fácil assim, não perdeu tempo, para acostumar com o nome. Terminando a frase com outra tragada.*
[19:39] <Tesshu> >
[19:42] <Tatsuya> --Toda a situação suspeita demais, mas é algo que podemos fazer algo agora, talvez a guria de branco apareça no nosso caminho, e então possamos ouvir o que ela tem a dizer. Dizia enquanto caminhava, indo na direção apontada pela senhora da mansão.
[19:47] <Tesshu> -- Sim, sim, vamos... Mas vou logo avisando que esse negocio de matar a Sacerdotisa vai terminar muito mal. *Exalava fumaça novamente, olhando uma ultima vez para onde Hikimaru tinha ido antes de acompanhar Tatsuya.*
[19:48] <Tesshu> >
[19:50] <Tatsuya> --Ou podemos levar a arma até a Sacerdotista e pedir algo em troca. > 
[19:53] <Tesshu> -- É, como pensei, começar essa "missão", por mais suspeita que pareça vai dar lucro apenas por nos desviarmos do caminho. *Jogava o pouco de ervas que tinha no kiseru para trás.* "Comprar mais tabaco..."
[19:53] <Tesshu> >
[19:56] «!» *Rikimaru continua seguindo seu caminho, passa pela dupla e chega na frente do grande portão da bizarra mansão. A porta estava entreaberta e a mulher arrumava algo atrás do trono onde previamente estava sentada.
[19:56] «!» >
[19:59] <Hikimaru> Hikimaru adentrava o local andando calmamente, sem fazer muito barulho, enquantose aproximava da dita mulher, ele pigareia para ser notado - urruum
[20:00] «!» *Por fora, a mansão era grande e coberta por vegetação de forma bizarra: alguns galhos pareciam atravessar a parede. Do lado de dentro, o local parecia abandonado, imundo, sujo de poeira e terra, com exceção da área ao redor do trono que a tal mulher se encontrava. Ela arrumava algo atrás dele e olha Hikimaru assim que ouve seu pigarreio, segurando um saco negro de pano.
[20:01] ** NPC: <???> -- Oh, chegou mais um.
[20:01] «!» >
[20:01] <Hikimaru> podemos dizer que sim mais... - retirando a carta e mostrando a ela.. o convite que recebera para ir ate aquele lugar tão lugubre - mais um para que?
[20:04] «!» *Era uma mulher loira, bonita, com um vestido aparentemente caro e com estranhos chifres draconianos saindo do topo da cabeça.
[20:04] ** NPC: <???> -- Preciso de ajuda com um simples serviço. Se incomodaria de ouvir meu pedido? *Coloca o saco preto no trono, e encara Hikimaru em pé.*
[20:04] «!» >
[20:05] <Hikimaru> ele diz - de forma alguma.. na verdade insisto, por favor senhora - dizia olhando para o saco que fora colocado no trono
[20:05] ** NPC: <???>
[20:08] ** NPC: <???> -- Bom, como sabe, nossa amada Gensoukyo passa por momentos difíceis depois que nossa atual Sacerdotisa e guardiã se isolou em seu Templo, deixando que Youkai causem todo o tipo de Incidentes que queiram, restando para Youkai famintos por atenção e poder cuidem destes casos.
[20:08] «!» >
[20:09] <Hikimaru> ele diz - o estado de gensoukyo devo dizer e de meu conhecimento mais me afetou pouco... nãoo vivenciei, meus problemas são com alguns humanos especialmente .... melhor não entrar em detalhes sobre isso, continue senhora e desculpe por te-lainterrompido - continuava a ouvir religiosamente como um bom proficional
[20:10] ** NPC: <???> -- O trabalho é simples: mate-a.
[20:12] «!» *E ai estava um pedido que ia contra o próprio senso comum de Gensoukyo. Todos sabiam que a Sacerdotisa Hakurei era o pilar máximo daquele lugar, se ela morresse toda a região perderia sua proteção mística, a Grande Barreira Hakurei, e os habitantes sobrenaturais sofreriam um impacto violento, enorme e imediato: desapareceriam.
[20:12] «!» >
[20:15] <Hikimaru> ele suspira e diz - eu não conseguiria... duvido que aço faça o serviço, mais que seja ... - fazendo uma reverencia - tentarei arrumar uma maneira de destruir hakurei, se tiver exito tera noticias minhas - começava a sair do lugar do mesmo geito que entra-ra
[20:19] «!» *Tesshu e Tatsuya já estavam um pouco longe, adentraram na Floresta da Magia haviam poucos minutos.
[20:19] «!» >
[20:21] <Tatsuya> --Será que achamos um lugar para dormir? Dormir ao relento é um saco. >
[20:25] <Tesshu> --Nah, você se acostuma depois de um tempo, eu nem lembro da ultima vez que dormi em um lugar de vergonha. *Se abanava com o leque hachiya.* -- Vamos apenas procurar uma clareira enquanto discutimos, o que você acha que aquela mulher pretende? É meio estranho ela perseguir um objetivo tão... Suicida, quanto matar a Sacerdotisa. >
[20:25]   A mesa não está moderada!
[20:26] «!» já volto
[20:26] <Tesshu> oks
[20:27]   Amber Starfall (Mia) acabou de entrar
[20:29]   Delacroi (Delacroi) acabou de entrar
[20:30]   A mesa está moderada!
[20:30] «!» (Go.)
[20:33] <Tatsuya> Tatsuya andava despreocupado, confiante que nada de ruim iria acontecer ali, e se acontecesse, poderia resolver facilmente. Ao a pergunta de Tesshu, o oni apenas dava os ombros. --É uma boa pergunta, mas não tem como sabemos isso agora. Talvez ela queira o poder da Sacerdotista, ou ela tenha algo a ganhar com o caos gerado pela morte da Sacerdotista. >
[20:36] <Tesshu> -- Caos... Se a Hakurei morrer eu duvido que seja algo tão ameno quanto isso, mas que os ultimos tempos estiveram turbulentos é verdade. *Começava a procurar uma clareira ou algo parecido.* -- Lago da Névoa, foi para onde ela disse para ir... Suspeito.
[20:36] <Tesshu> >
[20:41] «!» *A nova caminhada dura mais uma hora, por causa das fadas que aparecem para encher o saco... Para falar a verdade, vamos ver como se dá um desses encontros...
[20:42] «!» *Tesshu e Tatsuya estavam de olhos abertos, mesmo àquela hora da noite, mas não notam a garota alada os seguindo de perto, por entre as árvores. Ela contava com uma vantagem injusta para isso, e estava se preparando para atacá-los com uma pegadinha assim que visse a hora certa....
[20:42] «!» >
[20:45] <Tesshu>  -- Indo nessa direção... Poderemos chegar no lago mais rapidamente pela manhã. Agora é só um lugar que preste aparecer... Conhece essas áreas, Tatsuya? Ou só saiu da Cidade Antiga a pouco tempo? >
[20:46]  Hikimaru (mestredamasmorra) acabou de sair
[20:49] <Tatsuya> --Não conheço bem, saí da Cidade ha poucos meses. Acabo chegando nos lugares mais por sorte mesmo, ou algumas vezes que estou com paciência, consigo arranjar um guia. >
[20:51] <Tesshu> -- Se- Ah, espera ai... Eu gosto dessa. *O Tengu se abaixa e começa a colher umas ervas que lhe eram familiares, sabe, pra fumar depois.* >
[20:52] ** NPC: <???> - Quase em posição, falta pouco...
[20:53] ** NPC: <???> >
[20:54] <Tesshu> -- Hmm? *Tesshu pensou ter escutado algo, e levanta a cabeça, ainda agachado.* >
[20:54] <Tatsuya> --É costume do seu povo fumar tanto?Perguntava com um tom curioso. --O meu tem o costume de beber bastante saquê. >
[20:56] <Tesshu> -- Ah? Não, não, é coisa minha mesmo, haha. Os Tengus... Não são bem vistos, realmente, difamação racial, a gente vê por aqui. *Guarda o que achou em um pequeno saco amarado na Obi.*
[20:56] <Tesshu> >
[20:57] ** NPC: <???> *Olhava os dois de perto, e aproveita a chance: uma clareira pequena estava a cinco metros deles, e ela faz uma pequena armadilha ali.* - Kukuku, quero só ver!
[20:57] ** NPC: <???> >
[21:00] <Tatsuya> --Parece que demos sorte, Tesshu.Tatusya apontava para a clareira que estava perto deles. --Uma clareira convenientemente em nosso caminho. >
[21:03] <Tesshu> -- Essa floresta... Vamos lá, só não espere por um sono ininterrupto, tem muitas fadas por aqui... *Anda em direção a clareira.*
[21:03] <Tesshu> >
[21:03] <Atmo> (Teste de A, ambos)
[21:03]   Tesshu rolou 1d6= 5 {[5]}
[21:04] <Tesshu> (vish)
[21:04]   Tatsuya rolou 1d6= 4 {[4]}
[21:04] <Atmo> (Duas falhas naturais, perfeito.)
[21:05] ** NPC: <???> -- Tomem isso! *Aciona a armadilha: dois grandes galhos de árvore acertam em cheio os rostos de ambos assim que eles chegam na clareira.*
[21:05] ** NPC: <???> >
[21:05] <Atmo> (Obviamente, 1 de dano para cada)
[21:06] ** NPC: <???>
[21:07] <Atmo> (Sem o regador e mais fdp)
[21:08] <Tatsuya> --Agh*Irritado, o oni puxava o galho com toda força, a fim de quebra-lo .--Qual é a grande ideia !? Quem fez essa palhaçada? >
[21:09] <Tesshu> -- Erg! Mas que... *Tesshu havia caído sentado no chão.* -- Hmm... Fadas, bem que avisei. >
[21:09] ** NPC: <???> "'A grande ideia'? Parece que ele saiu de um mangá shounen..." *Continua a voar longe, acima deles e da clareira, obviamente rindo sozinha e baixo.* >
[21:11] <Tesshu> *Começa a procurar a fonte da armadilha, começando por onde pareceu que os galho vieram. Esfregando o rosto e com uma expressão focada.* >
[21:11] <Atmo> (Tesshu, H)
[21:11]   Tesshu rolou 1d6= 1 {[1]}
[21:11] <Tesshu> (pega poarr)
[21:12] «!» *A armadilha era simples, estava ligada às duas árvores próximas a eles e tinha uma corda que seguia para o alto, mas a outra metade já estava no chão. Quem soltou a corda e os galhos deveria estar voando, e não estava mais lá.
[21:12] «!» >
[21:15] <Tesshu> -- Fique aí, Tatsuya, caso a criadora de caso venha ao chão. *Voa o mais rápido para um nível a cima das arvores. Ainda procurando.* "Veio comprar briga..."
[21:15] <Tesshu> >
[21:17] ** NPC: <???> -- Fufufu, não vão me achar nunca! *Se escondeu dentro de uma árvore mais distante, do outro lado da clareira, enquanto eles não a tinham visto passar rapidamente.* -- Esses paspalhos nunca vão me achar aqui!
[21:17] ** NPC: <???> >
[21:20] <Tatsuya> Tatusya fechava seus olhos, ficando parado no mesmo lugar,  tentando escutar os barulhos ao seu redor, para tentar achar quem fizera aquela armadilha. >
[21:20] <Atmo> (Tatsuya, H+1)
[21:20]   Tatsuya rolou 1d6= 3 {[3]}
[21:22] «!» *O vento frio da noite passa por seus cabelos, roça em seu peitoral desnudo e espalha-se pela atmosfera. Um cheiro diferente pairava no ar, infantil, feminino, mais ao longe... Falando meta-jogativamente, ele conseguiu sentir o cheiro da fada que estava bem longe, o problema era só a luz fraca da lua.
[21:22] «!» >
[21:25] <Tatsuya> "Te peguei"Tentando conter um meio sorriso, o oni tentava se guiar pelo cheiro para achar a fada que estava causando problemas a ele,e a Tesshu, seguia tateando as árvores, a fim de não bater de cara nelas. >
[21:27] <Tesshu> *Ao ver Tatsuya se movendo, tenta fazer silêncio para não atrapalhá-lo. Ainda rondando a clareira pelo ar.* >
[21:29] ** NPC: <???> *Olhava Tatsuya chegando mais perto, e fica com um pouco de medo.* "O paspalho pode tentar alguma coisa safada comigo, melhor fugir!" *Usa uma saída escondida da árvore, que era uma antiga casa de fada, seguindo pelo topo e saindo lá no alto. Porém, era numa área mais alta que as copas das árvores, permitindo que Tesshu a visse.* -- Oh, não!
[21:29] ** NPC: <???> >
[21:33] <Tesshu> -- RÁÁÁÁÁÁÁ!! *Ao ver a fada, solta um brado de triunfo, ao mesmo tempo que usa Enxame de Trovões por instinto. (-4 PMs, FA H+2d) Raios disparados pelas mãos do Tengu foram em alta velocidade na direção da fada.*
[21:34]   Tesshu rolou 2d6= 6 {[1, 5]}
[21:34]   Atmo rolou 1d6 + 3= 5 {[2] + 3}
[21:35] <Tesshu> (esqueci de colocar o "+3" na rolagem...)
[21:35] ** NPC: <???> -- GAAAAH!! *Os raios a atingem com força, machucando bastante e fritando o penteado que tinha feito mais cedo, além de queimar a barra lateral da saia. Ela se recompõe, apaga o fogo e começa a gritar com Tesshu.* -- Tá ficando doido, seu passaralho maluco!?
[21:35] ** NPC: <???> >
[21:36] «!» *Tatsuya consegue escutar o barulho vindo lá do alto. >
[21:37] <Tesshu> -- Louco como uma raposa! Haahahahahaha! Agora vá embora antes que eu faça coisa pior~ *Debochava da fada com os braços cruzados por debaixo do kimono. "Sentado" no ar.*
[21:37] <Tatsuya> Escutando os barulhos,  o oni tentava saltar para as copas das árvores, a fim de ver o que estava acontecendo. >
[21:38] «!» *Tatsuya chega a tempo de ver a tal fada queimada e com o cabelo todo destrambelhado, irritada e quase chorando.
[21:39] ** NPC: <???> -- Era só uma pegadinha, não era pra chegar tão longe, seu bobão! Narigudo! Brocha! *Dá a língua e começa a voar para longe, rapidamente, na direção... do Lago da Névoa.*
[21:39] ** NPC: <???> >
[21:42] <Tesshu> -- Você já me viu nu!? Ahahahahahahaahhaha! *Começa a abaixar a altitude suavemente, nem parecia que estava voando.* --Ai,ai... Acho que no fundo eu invejo essas criaturas... *Comentava ao chegar no chão.*
[21:42] <Tesshu> >
[21:43] >> Sistema RRPG colocou o modo +Mestre em !
[21:45] <Tatsuya> --Essa criatura teve sorte, se eu tivesse pego ela primeiro, ela estaria pregada em uma árvore agora. Dizia o oni, e então olhava para a direção que ela fora.--Coincidência ela ter ido justamente para onde devemos ir? >
[21:48] <Tesshu> -- Talvez... Bom, vamos saber disso amanhã. *Se senta no chão com as pernas cruzadas.* -- Me pergunto sobre o tipo de pessoa que se juntaria a aquela mulher... *O assunto pareceu mudar seu humor novamente, olhava para o chão pensativo.* >
[21:49] «!» *A noite continuava fria. As nuvens seguiam seu trajeto e o outro estranho não havia aparecido depois que eles o encontraram. Aquele parecia ser o começo de uma estranha jornada...
[21:50] «!» >Fim de Sessão<

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post urls = spam.