AVISO

A nova política de uso do Google me fodeu legal, agradeçam a ele quando virem o que aconteceu com os posts antigos.

[Sessão de Jogo] Marcha da Escuridão: Rebuild 07




[20:55] «!» *A sensação era a de que uma brisa fria passara por toda a extensão de seus corpos, como se estivessem nus. Cruzando o Toori, o tengu e o oni se veem num ambiente completamente diferente do que encontravam antes: o Templo Hakurei estava negro, várias raízes negras brotavam do chão e o envolviam, assim como algumas árvores estavam tendo sua vida drenada. O céu estava mais escuro, ali dentro era mais uma barreira criada por... alguém.
[20:55] «!» >
[20:56]   Tao Nazi mudou seu nick para Tesshu
[20:56]   Mamoru mudou seu nick para Tatsuya
[20:58] <Tesshu> *Olha ao redor, procurando ver para aonde a Kitsune tinha ido. Enquanto cruzava os braços por dentro do kimono, para esquentar o corpo.* >
[20:59] <Tatsuya> --É...as coisas não estão boas desse lado. Dizia olhando para o local, abraçando o próprio corpo, com frio. >
[20:59] ** NPC: <Kaki> -- Fracos. Andava sem a menor preocupação.
[21:00] «!» >
[21:01] <Tesshu> *Anda em direção ao templo, decidido a acabar com essa história.* >
[21:02] «!» *O vento fica mais e mais frio. Logo, um flocos de neve são vistos caindo do céu, timidamente...
[21:02] «!» >
[21:02] <Tatsuya> --Vamos finalmente ver essa tal Sacerdotisa. >
[21:03] <Tesshu> -- Sim, SIm. Já está em tempo. *Respondia a Tatsuya.* [§K§K23]]-- Olá! Alguém ai!?
[21:03] <Tesshu> -- Sim, SIm. Já está em tempo. *Respondia a Tatsuya.* [§K§K23]-- Olá! Alguém ai!?
[21:03] <Tesshu> >
[21:04] <Tesshu> -- Sim, SIm. Já está em tempo. *Respondia a Tatsuya.* -- Olá! Alguém ai!? >
[21:04] <Tatsuya> (agora sim kkkk)
[21:04] <Tesshu> (:T)
[21:04] <GMyon> (le nervoso)
[21:05] ** NPC: <???>
[21:05] ** NPC: <???> -- Chegou alguém?
[21:05] <GMyon> (não tem imagem, errei mesmo)
[21:05] ** NPC: <???> -- Myuki-san, sabe se chegou alguém?
[21:05] ** NPC: <Myuki> -- Não se preocupe, são intrusos.
[21:06] «!» *As vozes são claramente ouvidas, como se as garotas que falavam estivessem sentadas na varanda do templo, ao lado do que sobrou da caixa de doações.
[21:06] «!» >
[21:08] <Tatsuya> --Ora ora, que recepção mais fria. Dizia Tatsuya, com um tom alto e irônico, enquanto avançava na direção das vozes. --Nem mesmo um chá de boas vindas? <>
[21:08] <Tesshu> -- Hmm, nós indica o lugar, e nos chama de intrusos?
[21:09] <Tesshu> >
[21:09] ** NPC: <???> -- Olha, eu tenho certeza de que ouvi agora! *Fala animada.*
[21:09] ** NPC: <Myuki> -- Vamos entrar, está frio aqui.
[21:09] ** NPC: <???> -- Se vai ser fria com eles, eu mesmo irei recebê-los!
[21:11] «!» *Alguém parece se levantar e o frio aumenta cada vez mais. Uma nevasca se forma muito rapidamente, levantando as roupas e quase levando o que vocês tem de leve, e solto dentro das roupas, embora. A visão fica completamente clara em seguida, revelando o verdadeiro Templo Hakurei, uma Myuki indo embora e uma garota de cabelo e vestes azuis, animada, olhando para vocês enquanto termina de realizar uma dança com seu gohei em punho.
[21:11] «!» >
[21:12] «!» http://sonohara.donmai.us/data/sample/sample-331e4e318edbff1c469024f6e71f24f0.jpg
[21:12] «!»
[21:13] <Tesshu> --Ahn... Olá? *O Tengu estava confuso, não esperava uma garotinha.* >
[21:14] ** NPC: <Cirno> -- Sou a sacerdotisa em treinamento do Templo Hakurei, Cirno Hakurei! *Faz uma pose triunfante, colocando as mãos na cintura e estufando o peito, confiante.*
[21:15] ** NPC: <Kaki> -- Ótimo. *Prepara o martelo e acerta Cirno em cheio na cabeça, desacordando a fada.*
[21:15] «!» >
[21:16] <Tesshu> -- Bo- MAS QUE DROGA!? Kaki! *Segurava a garota pelos ombros, afastando-a da fada, mas era tarde demais.* >
[21:16] <Tatsuya> --Sacerdotista em treinamento? "Não esperava isso"O oni já ia falar algo quando Kaki acetar Cirno na cabeça, o oni olha para a garota, incrédulo com o que ela tinha feito. ---Você está ficando doida Kaki?! Por que fez isso?
[21:16] <Tatsuya> >
[21:17] ** NPC: <Kaki> -- Num era pra matar a sacerdotisa? Só cuidei da capanga dela antes que trouxesse problemas. *Se afasta de Tesshu.*
[21:18] ** NPC: <Myuki> -- Fadas não morrem, só pra constar. *Volta de lá de dentro, pela travessia da direita.*
[21:18] «!» >
[21:18] <Tesshu> -- Não! Não viemos matar ninguém, sua doida!
[21:18] <Tesshu> >
[21:19] ** NPC: <Kaki> -- Só espancar, então. *Aponta o martelo para Myuki.* -- E ela?
[21:19] ** NPC: <Kaki> >
[21:21] <Tesshu> -- ... Ela você pode. Mas coitada da fada... *Olhava para a podre criatura desacordada.* >
[21:21] <Tatsuya> --Você gosta de dificultar nossa situação, Kaki.Dizia olhando para a canina, e depois voltava sua atenção para Myuki. --Poderia levar essa sua companheira para algum outro lugar, antes de resolvemos nossos assuntos, Myuki? >
[21:22] ** NPC: <Myuki> -- Como eu disse, não vou lutar hoje. *Senta na varanda, cruzando os braços abaixo dos seios.* -- E ela pode ser o quão agressiva quiser que não vou mudar de ideia.
[21:23] ** NPC: <???> -- Arranjou novos amigos, Myuki-san?
[21:24] «!» *Do Toori, vinha outra mulher. Usava roupas negras, seu comprido cabelo negro era acariciado pelo vento e seus olhos azuis penetravam as almas dos homens ali presentes; era difícil tentar algo agora que ela estava lá, uma presença forte os impedia de agir de forma hostil.
[21:24] «!» https://lh6.googleusercontent.com/-7DVPbL_SztY/T8kardcjyKI/AAAAAAAAMCg/x0yTaqrtZMk/s800/100eeaea88968ef273908f7ed7f51586.jpg
[21:24] «!»
[21:25] «!» >
[21:26] <Tatsuya> --Outra guardiã pelo visto, pelo visto, logo estaremos em desvantagem numérica. >
[21:26] <Tatsuya> --Outra guardiã pelo visto, pelo jeito, logo estaremos em desvantagem numérica. >
[21:30] <Tesshu> *Olhava fascinado para a garota, não planejava atacar de forma nenhuma, mas agora a ponta de inimizade com Myuki era tragada pela presença da outra.* -- ...Ah, olá, você parece ser sociável o suficiente, meu nome é Tesshu e procuro Aimu Hakurei. *Ia direto ao ponto, estava cansado daquela enrolação.* >
[21:32] ** NPC: <???> -- Estão procurando por ela hoje? Perderam a viagem. *Assim que ela passa por eles, o aroma feminino adentra suas narinas e os deixam mais certos de que não deveriam fazer algo hostil, ali. Era algo mais instintivo, mais masculino...*
[21:32] ** NPC: <Myuki> -- Descobriu onde estão, Kuro?
[21:33] ** NPC: <Kuro> -- Sim, possuo provas fotográficas da interferência deles. Podemos cuidar de tudo em breve.
[21:33] «!» >
[21:34] <Tatsuya> "O que sera que essa mulher tem que causa esse efeito"--Hã..o que estamos perdendo aqui?
[21:34] <Tatsuya> >
[21:37] <Tesshu> -- Sim, parece que essa busca toda parece ter sido fruto da falta de informação. "... O que dizer?" >
[21:39] ** NPC: <Kuro> -- Falta de informação? *Ela se vira e encara Tesshu.* -- Acho que posso ajudá-lo, se a raposa feroz aqui não foi tão útil quanto normalmente é... E acho que nunca foi. *Brinca com a amiga, ainda encarando o tengu.*
[21:39] «!» >
[21:42] <Tesshu> -- Não, ela é uma garota extremamente rude, e não vai arranjar um namorado nem tão cedo com essa atitude. *Dizia num tom amigável, pigarreando para continuar.* -- Sim, gostaríamos de saber aonde Aimu está, pois tem uma mulher estranha que quer velá morta, ao ponto de contratar pessoas aleatórias para o serviço. >
[21:42] <Tatsuya> --Sobre quem vocês estão falando?Perguntava o oni, com um tom de curiosidade. >
[21:42] ** NPC: <Myuki> -- Agora vai começar...
[21:49] ** NPC: <Kuro> -- Hmm, várias perguntas. *Um leve sorriso se forma no rosto da mulher.* -- Myuki é viúva, já esteve em vários relacionamentos mas nunca se adequa direito a nenhum deles, sempre escolhendo homens humanos ou youkai de vida curta, uma verdadeira viúva negra. Sobre Aimu, ela não está aqui no Templo Hakurei, e sim na Montanha Youkai. Sua depressão chegou no ponto de ser incrivelmente agressiva e perigosa, do tipo que vai tentar ferir quem a irritou ou humilhou no passado; neste caso, Sanae Moriya. Essa "mulher estranha" já foi identificada por um informante meu e eu consegui rastreá-la, posso cuidar de tudo sozinha, mas irei precisar da ajuda desta kitsune amarga e da fada desacordada. E o grupo que falo é algo que deveria ser sigiloso, mas trata-se de gente que conseguiu abrir buracos em nossa realidade e que pressionou habitantes de Gensoukyo a ir para seu mundo, provavelmente com algo maligno em mente, ou pior. *Pega o copo de água que Myuki oferece e o bebe todo de uma vez.* -- E meu nome, caso não tenham perguntado, não existe. Uso o nome provisório de Kuro Tsubaki por ter sido Aimu quem o escolheu.
[21:50] «!» >
[21:55] <Tesshu> -- Otimo, tudo dessa busca foi respondida em um jorro único de palavras. *Não se permitiu se constranger quanto a Myuki.* -- E isso faz bem mais sentido, alguém já tentou ir lá recuperar a estabilidade mental da Aimu? >
[21:56] <Tatsuya> --E eu me chamo Tatusya. E quanto tem faz quem ela partiu? Não podemos ficar parados desse jeito. <>
[21:58] <Tatsuya> Tatsuya*
[22:00] ** NPC: <Kuro> -- Nunca é tão simples quanto parece, sem falar que estamos falando de alguém que pode acabar com youkai em um piscar de olhos. Ela tem de ser neutralizada por alguém que não seria ferido tão facilmente por seus ataques e que seja alguém próximo a ela. A única pessoa que podia não está mais entre nós, infelizmente, e isso acontece bem no momento que nos vemos no meio de uma "invasão" de outro mundo, outra dimensão. Ela deve ter partido esta manhã, já que eu a vi antes de sair mas não a encontro aqui, então deve fazer bastante tempo que ela foi executar o plano que murmurava ontem de noite. Se pretendem ir atrás dela, sugiro que o façam logo, pois ela pode se deslocar para outro lugar e continuar sua pseudo-vingança na casa de outra pessoa que não tem nada a ver com isso.
[22:00] «!» >
[22:01] <Tatsuya> --E então Tesshu, continuamos com o plano de ir atrás da Sacerdotisa?
[22:02] <Tatsuya> >
[22:09] <Tesshu> "Isso já foi longe demais, como é que fomos arrastados a algo assim...?" -- Honestamente, está ficando cada vez mais difícil me encontrar na responsabilidade de fazer algo no meio disso tudo. Mas ainda assim, alguém tem que fazer algo, não é mesmo...? Bom, eu estou indo para a vila dos Tengus, se eu encontra-lá no caminho, dou um jeito de não morrer tentando dar um tapa para acorda-lá. *Falava de forma duvidosa, como se dissesse algo e quisesse falar outra.* >
[22:11] ** NPC: <Kaki> -- E eu nem sei pra onde vou...
[22:11] ** NPC: <Kuro> -- Podia ficar aqui, conosco.
[22:12] ** NPC: <Kaki> -- Muita gente doida por metro quadrado, não dá. *Movia a mão fazendo um gesto negativo.* -- Vou ficar com esses dois por mais um tempo.
[22:12] «!» >
[22:15] <Tesshu> -- Você já disse que pode voltar quando quiser, não entendo essa indecisão. E Tatsuya, virá comigo para ser testemunha se necessário...? >
[22:15] <Tatsuya> --Irei sim, parece ser o melhor a fazer agora. <>
[22:16] ** NPC: <Kaki> -- Ué, tá mais divertido com vocês, só que tem um monte de coisa pra explorar, feito a tagarela falou.
[22:16] ** NPC: <Kaki> >
[22:21] <Tatsuya> --E de onde está vindo essa invasão exatamente? Me referia a um ponto exato de Gensokyou. <>
[22:23] ** NPC: <Kuro> -- Acredito que em várias localidades. Ouvimos falar que várias pessoas sumiram recentemente, e fomos pesquisar: descobri que próximo onde essas pessoas moravam existiam portais fracos e semi-invisíveis, que devem ter sido o motivo de terem desaparecido. É quase o mesmo de quando tem um buraco no chão e a rua está alagada: não vemos o buraco e caímos nele.
[22:24] ** NPC: <Kaki> -- Pera... *Começa a pensar.* -- Será que dá pra ter um desses embaixo da terra também?
[22:25] ** NPC: <Kuro> -- Não sei dizer com certeza, mas muito provável que sim.
[22:25] «!» >
[22:27] <Tesshu> -- Ah, deve ter sido algo assim que te trouxe aqui, Kaki, o que deve significar que esses invasores são do seu mundo... *Só precisou ligar os pontos, já estava imaginando algo assim.* >
[22:27] <Tatsuya> --Então, o que faremos? Iremos atrás da Sacerdotisa com sede de vingança, ou atrás desses invasores? <>
[22:28] ** NPC: <Kuro> -- Digamos que ainda não encontrei evidências de alguém estranho ter vindo para cá, apenas de gente daqui indo para o outro lado.
[22:29] ** NPC: <Myuki> -- Diga logo que não sabe de nada, vai poupar o tempo deles...
[22:29] ** NPC: <Kuro> -- Ei, estou falando a verdade, aqui! E é tudo o que sei, pra resumir tudo...
[22:29] «!» >
[22:32] <Tatsuya> --Não tem um padrão para saber onde o próximo vai surgir? <>
[22:34] <Tesshu> -- Então é bem precipitado falar de uma invasão, bom, de qualquer forma... *Andava para o lado do torii, e esperava Tatsuya de braços cruzados.* >
[22:35] ** NPC: <Kuro> -- Não faço a menor ideia, desculpe... *Parecia decepcionada consigo mesma, e o sentimento era transmitido para os rapazes.*
[22:36] ** NPC: <Kaki> -- Vamos, senhor chifrudo! *Acompanhava Tesshu.*
[22:36] «!» >
[22:37] <Tatsuya> Sem opção, seguia a dupla, ainda pensativo sobre a tal "invasão", e o motivo dela. >
[22:39] «!» *O trio voltava para a escadaria, agora com mais dúvidas do que antes. Mas uma coisa era certa: algo estava voando em direção à Vila Humana...
[22:39] «!»
[22:39] «!» http://hijiribe.donmai.us/data/50812ecfca870f73b623767e037ea8ed.jpg
[22:40] «!» > Fim de Sessão <

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post urls = spam.