AVISO

A nova política de uso do Google me fodeu legal, agradeçam a ele quando virem o que aconteceu com os posts antigos.

D&D Next: O que vem de graça não me atinge

Le fail

É... e cá estamos. Aviso logo que vou usar palavrão pra caralho, então não se ofenda.

Problemas, erros, informação jogada de qualquer jeito, informação picotada, diagramação ruim, magias faltando, magias doidas, guerreiro sendo inútil, blablabla... é o que mais leio agora, reclamações.

Não por falta do que fazer mas acho que é muita,  pessoas de todos os lados da internet estão dando os seus pitacos/dois centavos/metida de rola nessa recente edição do D&D querido e adorado de todos nós. Muita gente pode negar, reclamar, chorar, correr pro merdel Apocalypse World ou cagar na própria cabeça, mas esse jogo foi o que nos fez entrar nesse hobby. Matar monstros, viver aventuras, matar inimigos, resolver quebra-cabeças doidos, matar oponentes, catar tranqueiras e tesouros, matar outras pessoas... Vai dizer que o teu jogo preferido não permite essas coisas?

Nesses últimos dias eu comecei a me cansar um pouco de Fate e passei a procurar mais informação sobre o Next após baixar o gratuito Basic Rules (que muita gente TAPADA não consegue achar os malditos Bookmarks pra utilizar o livro) e achei que o povo está realmente... grognard.

Tá cego, porra?!
Qual a definição atual de grognard? Vamos ver...

grognard (plural grognards)
  1. An old soldier.
  2. (games, slang) Someone who enjoys playing older war-games or roleplaying games, or older versions of such games, when newer ones are available.
    James is such a grognard, he only plays the original edition of Dungeons and Dragons.

Traduzindo na versão Atmoland das coisas:

grognard (plural grognards)
  1. (games, slang) Gente chata pra caralho que não consegue largar versões velhas pra cacete de seu jogo preferido; termo usado para jogadores com mais de 1 ano de experiência com D&D e que só sabem reclamar e chorar em vez de procurar outro jogo melhor.
Eu até queria estar exagerando como sempre faço, porém, é assim como a jiripoca pia. Trocentos fóruns por ai (só leio gringo, não conheço nenhum BR que preste) estão botando os bofes pra fora quando falam o que acham desse jogo. Só tem graça quando nomes são ditos, então vamos lá!

minmaxboards: Parecem um pouco racionais, mas só parecem. São putinhas do 3.5, então é de se esperar que irão rechaçar a toda e qualquer outra edição só porque sim.

tgdmb: Eles são fodas, eles são incríveis, eles fazem os próprios jogos! E muitos deles ADOOOOOOOOOOOOOOOOOOORAM chupar a rola do Frank, que é um tipo de deus divino dos céus malemolentes por... por... sei lá, sei que só fazem reclamar de tudo com uma "visão crítica das coisas". Todos estão aceitando o que o tal Frank diz sendo que o maldito mostrou que sequer leu o Basic Rules, incrível. Recentemente, descobriram que o povo da WotC ouviu as ideias de uns bloggers que são "rivais" do tgdmb e agora estão putinhos com a coisa toda (principalmente o Frank, reação esta que se espalhou rapidamente pelas trincheiras daquele antro de grognards).

spell: Esse é BR, mas não é HUE. Ou não. Estão levando a coisa toda numa onda separatista: uns gostaram do que leram, outros gostaram de cagar em cima. Na verdade, acho que tá todo mundo cagando em cima já que tão, de vez em quando, comparando com a 4e (que não é D&D) e derramando lágrimas de um olho só pela infelicidade... bom, eu não sei o que realmente acham, tão cagando mais do que o normal.

enworld: Como era de se esperar, estão chupando o pau do Mike Mearls e companhia. E eles gostam de 4e. Ew.

/tg/: Até uns dias atrás tinha um tópico fixo sobre a 5e, só que chegou rapidinho no limite de 1500 posts e terminou capotando. Isso entre threads de Quests, "Como faço pra jogar de loli?", Quests, "Meus jogadores são tarados, o que fazer?", FOR THE EMPRAH, Quests, "Por que todo mundo gosta do que eu não gosto?", Quests, Magic, Quests, "Quero ser uma loli!", Quests e outras coisas.

E váaaaaaarios outros lugares por ai estão com o seu próprio montante de reações doidas, fanáticas, chupadores de pau ou "eu queria a 4e, waaaaaaaah"...

Mas sabe o que é mais incrível?

"Pode dar a bunda e chupar o próprio pau que não tamos nem ai"

Sim, eles fizeram isso. No meio de um livro de RPG de fantasia, onde tu imagina ser a porra que tu quer, um grupo de designers (encabeçados pelo cara que fez a 4e, heh) chega e vem com um discursinho mal-comido desses... E o que tu acha que aconteceu? Milhares caíram nessa ladainha. Não, sério. Tem tanta gente, TANTA GENTE, que precisa que outro humano infeliz chegue e diga "você é perfeito do jeito que é hue"? Esse movimento num era um que o povo se aceitava e fazia o que quisesse independente de elogios ou críticas?

Toma ai, num queria aceitar todo mundo?


Sério, não sei mais o que falar. São tantas reações absurdas e tapadas AO MESMO TEMPO que me sinto nadando num mar de merda. E sabe qual é a parte mais engraçada? Tem gente julgando o Next através de um documento que diz "versão 0.1". VERSÃO 0.1. É um maldito demo, ainda tem MUITA coisa pra ajeitar e preparar pra que não vire um shitfest feito trocentos clones por ai.

Enfim, é isso. Muitos trolls ganhando espaço com as merdas que falam, Hasbro detonando o que sobrou do D&D e o Mike Mearls ajudando nisso com praticamente um exército de desmiolados fervorosos que vão fazer tudo o que ele mandar.

Lembrete final: se quer uma "experiência D&D" jogue 3.5 ou Microlite20, Dungeon World é pra ser jogado no lixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post urls = spam.